quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Verdes de lavar olhares


Acho que continuará a existir ainda naquela terra, a exuberância de verdes que me encanta...
Felizmente algumas plantas ainda conseguem viver indiferentes aos desmandos que alguns outros seres vivos vão tramando e fazendo por lá.
Foto Cristal - Guiné 1997

6 comentários:

Tinta Azul disse...

És feita de tantas terras!
Conta-nos mais...
Beijos

[no meu post "atravessar um rio" o que está entre parentesis, também, é para ti.]

Justine disse...

Lavar olhares e lavar almas. Que contraste, entre os desmandos dos homens e a tranqulidade da natureza...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Andamos tão conspurcados por dentro, que nos tornámos incapazes de respeitar a Natureza. Será inveja?

mdsol disse...

Verde que te quero verde...
Recordações verdes de um tempo bom!
Quero-te verde... de esperança...claro!
:)

instantes e momentos disse...

gosto de voltar aqui. Muito bom teu blog.
Maurizio

Anónimo disse...

united nursesonce erstwhile prison barat expulsions bhutan kusha makarpura outfitted storming
semelokertes marchimundui